quarta-feira, 23 de julho de 2014

O que pode fazer um homem sem Deus?

Estou aprendendo que "se um homem não encontrar sua vida em Deus, ele se tornará sedento; e sabemos que homens sedentos fazem coisas bastante estúpidas", segundo a reflexão do escritor cristão John Eldredge.

Estou refletindo sobre um modo de saber se, de fato, eu já O encontrei!

E você? Já havia pensado assim?

Ricardo Sá

Conheça 5 mitos históricos

Dizem que uma mentira contada mil vezes se torna uma verdade. Talvez isso explique porque ainda acreditamos em tantas histórias que nunca tiveram prova nenhuma de serem verdade. É bem possível que seus professores do ensino fundamental e médio tenham te contado “fatos” que nem eles mesmo sabiam que eram mentiras.


1 - Benjamin Franklin descobriu a eletricidade empinando uma pipa

[Fonte: US History]
Créditos: © FPG/Getty Images
Benjamin Franklin fez muitas coisas. Ele foi jornalista, editor, autor, filantropo, abolicionista, cientista, diplomata e foi inventor do pára-raio e das lentes bifocais. Mas uma coisa que ele não fez foi descobrir a eletricidade.

A eletricidade já era um fenômeno conhecido na época de Franklin. O que ele fez, no entanto, foram diversas experiências e estudos em relação à eletricidade. Na verdade, ninguém sabe ao certo se a história de usar uma pipa durante uma tempestade é real. 

A principal fonte dessa história é Joseph Priestley, que escreveu sobre isso 15 anos após o que ele relata ter ocorrido. A partir daí, a história tomou vida própria e se espalhou. Não é verdade, no entanto, que o raio chegou a atingir a pipa e consequentemente o próprio Franklin. Se isso tivesse acontecido, ele teria morrido. O que supostamente aconteceu é que os fios da linha da pipa ficaram em pé, indicando presença de eletricidade. Quando ele tocou a chave amarrada à corda, a chave liberou uma faísca, comprovando o que Franklin queria. 


2 - Van Gogh cortou sua própria orelha

[Fonte: Kucharz]
Créditos: © UniversalImagesGroup/Getty Images
Quase todo mundo já ouviu dizer que Vincent Van Gogh, em um ataque de loucura, cortou sua própria orelha. A história completa “oficial” é a de que Van Gogh teria feito isso e entregado o pedaço da orelha a uma prostituta francesa. Ele então foi para casa dormir e só foi encontrado na manhã seguinte, sangrando quase até a morte, após a polícia ter sido acionada pela prostituta.

Contudo, dois historiadores alemães afirmam que a história é uma mentira. Após analisar inúmeras cartas, eles chegaram à conclusão que, na verdade, a história teria sido inventada por Paul Gauguin, amigo do pintor. Na história verdadeira, Gauguin e Van Gogh tiveram uma briga no dia 23 de dezembro de 1888. Van Gogh estava furioso porque seu amigo havia decidido se mudar para Paris e teve um ataque de raiva, se tornando agressivo. Gauguin, para se proteger, sacou sua espada e, por acidente, acabou cortando um pedaço da orelha de Van Gogh.

Os dois, no entanto, prometeram manter um pacto de silêncio e jamais falar sobre a briga, tendo então inventado a história do surto de Van Gogh para proteger Gauguin. 


3 - Colombo estava tentando provar que a Terra era redonda

[Fonte: Royal Museums Greenwich]
Créditos: © James Edwin/Getty Images
É provável que você tenha aprendido na escola que no século XV todos pensavam que a Terra era plana, exceto um grande homem e visionário, Cristovão Colombo. Pois bem, o que você aprendeu está errado.

A Terra ser redonda era um fato já amplamente aceito em seu tempo. Na verdade, os gregos já sabiam disso mais de 2.000 antes de Colombo. O grego Erastótenes (276-194 a.C.), chegou até mesmo a calcular o diâmetro da Terra com uma precisão bastante boa.

É verdade, no entanto, que Colombo foi perseguido por suas crenças, mas não por acreditar que a Terra era redonda, e sim por questionar o tamanho dela. Colombo imaginava que a Terra era muito menor do que realmente é, e que o caminho mais rápido para as Índias era pelo Oeste e não pelo Leste.

Não só ele estava totalmente enganado, como sua tripulação toda teria morrido se ele não tivesse tido a sorte de esbarrar na América, que ele pensou por muito tempo ser a Índia ou alguma outra parte da Ásia.


4 - Einstein reprovou em matemática
[Fonte: Isaacson]
Créditos: © Manfred Schmid/Getty Images
Essa história, além de muito difundida, é usada como motivacional para muitas crianças que não se dão muito bem com os números na escola. Infelizmente, ela não é verdadeira.

Einstein tinha problemas sociais: ele era estranho e não se comunicava muito bem. Ele também não teve as melhores notas na escola. Também é verdade que ele foi reprovado na Escola Politécnica de Zurich, mas não porque ele não sabia matemática. Ele passou nos exercícios de matemática, mas foi mal em botânica, zoologia e em linguagem. 

Enfim, o pequeno Albert basicamente tinha dificuldade em se sair bem naquilo que o entediava. Em matemática, no entanto, como ele mesmo declarou posteriormente, já sabia resolver cálculo diferencial e integral com apenas 15 anos. A origem do boato, no entanto, é desconhecida até hoje.


5 - Newton descobriu a gravidade quando uma maçã caiu em sua cabeça

[Fonte: Connor]
Créditos: © Robert Hannah/Getty Images
Falando de outro gênio a altura de Einstein, Newton também é protagonista de outro mito histórico. Acontece que Newton, além de ser um dos maiores físicos e matemáticos de todos os tempos, era também um ótimo contador de histórias.

Em 1666, A Universidade de Cambridge foi fechada por um breve período. Newton então deu uma pausa em seus estudos e voltou para sua casa em Lincolnshire. Foi lá que, observando uma maçã em uma macieira, veio à sua mente a noção da gravidade. 

Essa foi a história que Newton contou para amigos e colegas ao longo da sua vida, mas ele nunca mencionou que a maçã havia caído sobre sua cabeça. Mas claro, como toda boa história, ela foi sendo com o tempo modificada e aumentada, até chegar na versão que conhecemos hoje.


Por Gabriel Tonobohn
Discovery Brasil

Programa Mundo Rural da RedeTV de Natal gravou programa em Pedra Preta


Escritor paraibano Ariano Suassuna morre aos 87 anos em Recife



Prefeitura de Touros dá início a construção do calçamento em Santa Luzia


A Construtora Leon Sousa, contratada pela Prefeitura de Touros para construir calçamento no distrito de Santa Luzia, zona rural de Touros, deu início a importante obra orçada em R$ 496.672,49. O prazo para entrega é de 120 dias e beneficiará 1500 moradores do setor “imprensadinho” e Sítio São Francisco no “Saco de Cima”, em um trajeto de 2,2 km.

O maior distrito de Touros tem uma população de aproximadamente 6 mil habitantes e é um dos maiores do Rio Grande do Norte.

Fotos: Blog Santa Luzia Notícias 

Comentário do Blog: Parabéns ao Prefeito Ney Leite que cumpriu promessa de campanha e entregará à obra a comunidade que esperou quase 30 anos.

Divulgação


terça-feira, 22 de julho de 2014

Vem aí o overlay olímpico



Terminada a Copa do Mundo, o gerente de Arenas do COL, Carlos De La Corte, parte para a organização da Olimpíada de 2016.

Até o ano que vem, De La Corte fará todo o planejamento da contratação das estruturas temporárias para os Jogos. Na Copa, custou cerca de 600 milhões de reais nas doze sedes. Na Olimpíada, o número deverá ser maior. Quem paga? Ninguém sabe, ainda.

Por Lauro Jardim

FNDE aprova R$ 896 mil para a construção de Unidade Escolar com 4 salas em Pedra Preta

* Com informações do Blog Pedra Preta Real

Imagem ilustrativa - FNDE/PAR

Diário Oficial da União

Espécie: Termo de Compromisso PAR Nº 34070/2014. Processo nº 23400003556201454

Partícipes: Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE, CNPJ/MF nº 00.378.257/0001-81, Unidade Gestora: 153173, Gestão: 15253, e o (a) Prefeitura Municipal de Pedra Preta/RN, CNPJ/MF nº 08113995000109.

Objeto: Executar todas as atividades inerentes à construção de 1 unidade (s) escolar (es), por meio de apoio financeiro, no âmbito do Plano de Ação Articulada - PAR.

O valor aprovado do (s) Projeto (s) é de R$ 896.567,56 do orçamento do FNDE.

Crédito Orçamentário: Programa de Trabalho: 12368203020RP0001, Fonte de Recurso: 0113150072, Natureza da Despesa: 444042, Número do Documento: 2014NE650031, de 14/04/2014 no valor de R$ R$ 179.313,51.

Vigência: 720 dias a partir da liberação da primeira parcela.


Comentário do Blog: 2 (dois) anos de vigência. Esperamos que a obra seja realizada. O Blog fiscalizará!

Robinson e Fátima começam as caminhadas


Os candidatos a governador, Robinson Faria (PSD), e ao Senado, Fátima Bezerra (PT) começaram as caminhadas pelas ruas de Natal.

Ontem foi na zona Norte, acompanhados de líderes comunitários, do deputado Fernando Mineiro (PT) e dos vereadores Hugo Manso (PT) e Maurício Gurgel (PHS).

Presidente do PHS/Natal, Gurgel não segue o presidente do PHS/RN, candidato a deputado Leandro Prudêncio, que apóia Henrique Alves para o Governo, e está integrado à campanha de Robinson.

Thaisa Galvão

MP entra com ação de improbidade contra prefeita de Ouro Branco

O promotor Gláucio Pinto Garcia, da comarca de Jardim do Seridó, entrou com ação de improbidade administrativa contra a prefeita de Ouro Branco, Fátima Araújo (PT).

No processo de 28 páginas, ele cita irregularidades na Prefeitura como desvio de funções relativas a nomeação de aprovados no concurso público de 2010.

“Inicialmente, este órgão ministerial constatou, no âmbito do Inquérito Civil nº 06.2014.00001559-1, a existência de diversos casos de desvio de função no Município de Ouro Branco – alguns dos quais pela própria prefeita Maria de Fátima Araújo da Silva, que, a despeito do pleno conhecimento dos fatos, nada fez ou faz para cessá-los”, frisou na ação o promotor Gláucio Garcia.

Vários casos de servidores concursados e efetivados para uma função, mas trabalhando em outras, como uma auxiliar de serviços gerais que atua como técnica de enfermagem são narrados pelo Ministério Público Estadual na peça.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Pesos e medidas


Passadas quase 72 horas da derrubada do Boeing 777, com 298 pessoas a bordo, na fronteira da Ucrânia com a Russia, o Itamaraty não soltou nenhuma nota se pronunciando sobre o assunto, a exemplo do que fez, no mesmo dia após a invasão israelense na Faixa de Gaza.

Por Lauro Jardim

Pedra Preta: Município continua inadimplente com o Governo Federal

Fonte: CAUC/Tesouro Nacional

Escola na Zona Rural de Pedra Preta passa por melhorias

 
A Escola Municipal Luiz Francisco Xavier, na comunidade rural de Baixa do Angicos, passou por melhorias no último final de semana. A Escola recebeu forro em PVC e será climartizada.

Depilação pode aumentar risco de DSTs, apontam estudos


Para milhares de mulheres ao redor do planeta, a depilação nas partes íntimas faz parte da rotina de beleza. Mas especialistas afirmam que o procedimento pode trazer riscos à saúde. As informações são do Daily Mail.

Uma recente revisão de estudos, publicada no jornal JAMA Dermatology, mostrou que a prática pode estar relacionada a um maior risco de contrair Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). As evidências mostram que o ato de remover os pelos pubianos pode causar déficits na barreira mucocutânea, uma membrana da pele, o que facilita a entrada de vírus ou bactérias no corpo. Além disso, a prática pode causar microtraumas na região, aumentando os riscos de desenvolver foliculite, infecções e até queimaduras.

Os estudos também revelam que a depilação da região íntima é cada vez mais comum entre as mulheres. Nos Estados Unidos, por exemplo, a maioria recorre ao procedimento por motivos sexuais, mas abandona o método quando está sem um parceiro fixo. Especialistas afirmam que, devido à popularida da depilação, os adeptos da prática deveriam se informar sobre as potenciais complicações dermatológicas. “Indivíduos que depilam seus pelos pubianos deveriam ser informados sobre os possíveis riscos e talvez serem advertidos para se absterem de atividade sexual por um certo período de tempo após a depilação”, dizem as conclusões.

No entanto, estudos anteriores já demonstraram que o procedimento pode, ao invés de aumentar o risco de DSTs, prevenir algumas infecções e, inclusive, erradicar os piolhos púbicos. Cientistas australianos notaram que as principais clínicas de saúde sexual de Sydney não registra casos de piolho púbico em mulheres desde 2008, e os casos em homens caíram de 80% para 100% há uma década. “Sem dúvidas, é melhor higienizar a área”, finaliza Basil Donovan, da University of New South Wales's Kirby Institute.

Terra

Revista francesa chama zaga brasileira do PSG de “náufragos”


“Os náufragos do PSG”. É assim que a capa da popular revista francesa France Football se refere à dupla de zaga Thiago Silva e David Luiz, que até o início da Copa era vista por muitos como uma das melhores do mundo, mas acabou saindo em baixa do Mundial. A matéria principal da edição atual da revista analisa a chegada de David Luiz, que custou mais de R$ 150 milhões ao clube francês, e o futuro da dupla na equipe de Ibrahimovic e companhia. Na parte interna, ela diz “capitães abandonados” para se referir aos dois e explica como o fracasso na Copa do Mundo pode “atrapalhar” os planos do treinador Laurent Blanc.

domingo, 20 de julho de 2014

Microsoft aposta que computação quântica será o próximo grande passo


SANTA BARBARA, Califórnia – Os computadores modernos não são diferentes dos teares da revolução industrial: eles obedecem a instruções programadas para tecer padrões intricados. Com um tear, vê-se o resultado no tecido ou tapete. Com um computador, vê-se no monitor eletrônico.

Agora um grupo de físicos e cientistas da computação financiados pela Microsoft está tentando levar a analogia dos fios entrelaçados ao que alguns acreditam que será o próximo grande salto em computação, a chamada computação quântica.

Se estiverem certos, a pesquisa poderia levar à criação de computadores muito mais poderosos do que os supercomputadores de hoje e que poderiam resolver problemas em campos tão diversos quanto química, ciência dos materiais, inteligência artificial e decodificação.

Eles se reuniram recentemente aqui para explorar uma abordagem à computação quântica que é baseada em "trançar" partículas exóticas conhecidas como anyons – que os físicos descrevem como "quasipartículas" que existiriam em apenas duas dimensões e não três, não devendo ser confundidos com o ânion (íon de carga negativa) – para formar os blocos fundamentais de um supercomputador que explora as estranhas propriedades físicas das partículas subatômicas.

O computador proposto pela Microsoft é desconcertante até mesmo pelos padrões do mundo em grande medida hipotético da computação quântica.

A computação convencional é baseada num bit que pode ser um ou zero, representando um único valor numa computação. Já a computação quântica é baseada em qubits, que representam a um só tempo os valores de zero e um. Se eles forem colocados num estado "emaranhado" – fisicamente separados, mas agindo como se estivessem conectados – com muitos outros qubits, eles podem representar um grande número de valores simultaneamente.

E as limitações do poder computacional existentes podem ser descartadas.

Na abordagem que a Microsoft persegue, descrita como 'computação quântica topológica', o controle preciso dos movimentos de pares de partículas subatômicas enquanto serpenteiam entre si manipularia bits quânticos emaranhados. Embora o processo de entrelaçar partículas ocorra em escalas subatômicas, ele lembra os movimentos de um tecelão sobrepondo fios para criar um padrão.

Ao entrelaçar uma partícula em volta da outra, os computadores quânticos topológicos gerariam fios imaginários cujos nós e guinadas criariam um sistema computacional poderoso. O mais importante é que a matemática de seus movimentos iria corrigir os erros que até agora demonstraram ser o desafio mais intimidante enfrentado pelos projetistas do computador quântico.

Proposta pelo físico Richard Feynman em 1982, a computação quântica tem sido em grande medida um assunto de interesse de acadêmicos, da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos e da Agência de Pesquisas em Projetos Avançados da Defesa do Pentágono.

Nos últimos anos, no entanto, a computação quântica chamou a atenção do mundo empresarial. A Microsoft desenvolveu pesquisa significativa no setor em 2006, criando o grupo de pesquisa Estação Q na Universidade da Califórnia, campus de Santa Barbara. Desde então, IBM, Northrop Grumman e BBN Technologies também começaram a pesquisar a computação quântica concentrados em tentativas anteriores de criar qubits baseados na mensuração do 'spin' de um elétron ou da polarização de um fóton.

Embora os cientistas tenham criado qubits individuais, eles são extremamente frágeis, e criar os conjuntos de centenas ou milhares de circuitos necessários para construir um computador quântico útil tem se mostrado uma tarefa hercúlea.

A D-Wave Systems, empresa canadense que conta com apoio da Nasa, Google e Lockheed Martin, tem afirmado que conseguiu acelerar alguns problemas computacionais baseada no que descreve como 'o primeiro computador quântico comercial'.

Em junho, contudo, um grupo independente de cientistas afirmou no periódico 'Science' não ter encontrado nenhuma prova do tipo de aceleração que seria esperada de um computador quântico nos testes com a máquina 503 qubit D-Wave. A empresa rebateu argumentando que os tipos de problemas que os cientistas avaliaram não seriam beneficiados com o projeto do D-Wave.

A abordagem topológica da Microsoft costuma ser vista como a mais arriscada pelos cientistas porque a exótica partícula anyon necessária para gerar qubits ainda não teve a existência comprovada.

Isso pode mudar em breve. A empresa vem gastando pesado e colabora com dez de quase 20 grupos de pesquisa acadêmicos explorando a partícula subatômica conhecida como férmion de Majorana, cuja hipótese foi oferecida há muito tempo. Além de ser um avanço científico, provar a existência do Majorana significaria que ele provavelmente poderia ser utilizado para formar qubits para essa nova forma de computação quântica.

A Microsoft apoiou a pesquisa, liderada pelo físico Leo Kouwenhoven no Instituto Kavli de Nanociência da Universidade Delft de Tecnologia, na Holanda, que em 2012 produziu a prova mais convincente de que a partícula prevista há tanto tempo existe.

'Eles fizeram algo muito especial', disse Charles M. Marcus, físico da Universidade de Copenhague. 'É uma comprovação da nossa pesquisa e não uma declaração a respeito de dólares, é uma afirmativa sobre a comunidade'.

Seu laboratório agora está cultivando nanofios em escala molecular que funcionarão como trilhos de trem unidimensionais, possibilitando controlar o movimento de férmions em torno um do outro. Eles esperam conseguir criar redes de nanofios para movimentar os férmions como trens num pátio de manobra de ferrovias.

Conjuntos dessas partículas que podem ser controlados com precisão dentro de materiais exóticos em temperatura extremamente baixa podem ser empregados para construir qubits no modelo de computação topológica proposto pelo matemático Michael Freedman e os físicos Chetan Nayak e Sankar Das Sarma em 2005. Se esse tipo de qubit for confirmado, ele terá resistência muito maior a erros do que outros tipos de qubits forjados a partir de elétrons, fótons e núcleos atômicos.

A Microsoft começou a apoiar a iniciativa depois que Freedman, ganhador da medalha Fields e da MacArthur Fellowship, o 'prêmio do gênio', e muito conhecido pelo trabalho no campo matemático da topologia, abordou Craig Mundie, um dos principais executivos da empresa, e o convenceu de que havia um novo caminho para a computação quântica baseada nas ideias propostas em 1997 pelo físico Alexei Kitaev.

Mundie afirmou que a ideia lhe ocorreu como uma espécie de aposta que a companhia poderia estar procurando. 'É difícil encontrar coisas que sejam um problema para 20 anos e que valeriam a pena, mas esse me pareceu se encaixar nessa categoria'.

Os pesquisadores são rápidos em reconhecer que ainda nem sequer fizeram um protótipo funcional do elemento básico de seu sistema, mas a Microsoft está trabalhando num protótipo para o hardware caso o esforço para construir qubits dê certo. Burton Smith, renomado projetista de supercomputadores que trocou o fabricante Cray pela Microsoft em 2005 passou a chefiar o novo grupo de projeto de equipamento quântico. Em junho, ele convidou Douglas M. Carmean, pesquisador da Intel, que dirigia o projeto de vários microprocessadores da fabricante, para se juntar ao projeto.

Durante algum tempo, muitos acreditavam que os computadores quânticos somente seriam úteis para fatorar números imensos – bom para os decodificadores da NSA. Porém, novos algoritmos para máquinas quânticas começaram a emergir em áreas tão variadas quanto a busca por grandes quantidades de dados ou pesquisa de medicamentos. Agora, muitos cientistas acreditam que os computadores quânticos poderiam atacar novos tipos de problemas que ainda não foram definidos.

Quando Mundie perguntou a Freedman o que poderia fazer com um computador quântico funcional, este respondeu que a primeira coisa para a qual o programaria seria para projetar uma versão melhorada de si mesmo.

MSN

Após queda de avião, brasileiros e argentinos recusam voltar à Ucrânia

A situação tensa na Ucrânia, agravada com a queda de um avião comercial da Malaysia Airlines (abatido por um míssil) na última quinta-feira, fez seis jogadores sul-americanos recusarem o retorno ao país do leste europeu. Cinco jogadores do Shakhtar Donetsk e um do Metalist alegaram falta de segurança para não se reapresentarem aos clubes.

Entre os jogadores do Shakhtar, estão cinco brasileiros - Alex Teixeira, Fred, Douglas Costa, Ismaily e Dentinho - e um argentino - Facundo Ferreyra. Os atletas teriam recusado voltar à Ucrânia após um amistoso contra o Lyon, na cidade francesa de Annecy.

De acordo com a agência R-Sport, o meia argentino Sebastian Blanco não se apresentou ao Metalist Kharkiv após um período de preparação na Áustria.

Apesar da situação no país europeu, a Federação Ucraniana de Futebol mantém, por ora, o reinício do campeonato nacional para o dia 25 de julho.

A crise na Ucrânia teve início em novembro de 2011, quando o então presidente do país, Viktor Yanukovich, desistiu de assinar um acordo de livre-comércio com a União Europeia e estreitou os laços com a Rússia, o que deu início a uma onda de protestos, liderados principalmente por jovens ucranianos.

Terra

Charge


Everaldo, evangélicos e jingle


Depois de garantir o apoio de Silas Malafaia e Magno Malta, pastor Everaldo vai partir para conquistar de vez o voto evangélico. Está marcando encontro com Valdemiro Santiago e R.R. Soares para garantir o apoio na corrida presidencial.

A propósito, Everaldo está atrás de um jingle de campanha – já reprovou o primeiro que chegou às suas mãos.

Por Lauro Jardim

Casa de praia


José Sérgio Gabrielli já tem onde refrescar a cabeça das denúncias envolvendo a sua gestão na Petrobras: acaba de desembolsar 650 000 reais numa casa de veraneio com 154 metros quadrados, varandas, dois quartos e suíte num condomínio fechado em Itacimirim, no litoral da Bahia.

Por Lauro Jardim